Sinopse

Inspirada numa poesia de Bertolt Brecht, a Cia. Variante apresenta sua terceira obra, na qual um grupo de crianças faz uma expedição para encontrar o autor do livro A História Mundial, com acontecimentos horríveis sobre o mundo e a humanidade, entre eles, a Guerra. Querem então, mudar os rumos de suas vidas e de todas as pessoas que sofreram com esses fatos. Nesse caminho, será possível desvendar pequenas particularidades que permeiam na vida de muitos personagens que embarcam nessa aventura, os medos, a amizade verdadeira, o amor, os sonhos, a saudade e a pureza da infância.

Elenco

Danilo Mora

Letthícia Johanson

Samantha Verrone

Tati Takiyama

DRAMATURGIA
Tati Takiyama

ENCENAÇÃO
Danilo Mora

COMPOSIÇÃO MUSICAL
Danilo Mora e Tati Takiyama

MÁSCARAS
Artur Ramos

FIGURINO
Concepção: Rafael Bicudo
Confecção: Rita Moraes

CENÁRIO
Concepção e marcenaria: Danilo Mora
Grafite: Aquino Supertramp

TÉCNICO DE SOM
Yuri Melo

TÉCNICA DE LUZ
(quando em espaço fechado)
Thatiana Moraes

SUPORTE DE PRODUÇÃO
Renan Vinicius
Rita Moraes
Agnes Bordin

FOTOGRAFIA
Thiago Takiyama

FLYER
Desenhos: Daniela Franbez
Design gráfico: Tati Takiyama

SUPORTE JURÍDICO
Angélica Antunes

TRANSPORTE DE CENÁRIO E EQUIPE
Renato Medeiros
(Manoel de Medeiros Transportes)

A Cruzada dos Corações Puros (ou Quem inventou a guerra) foi inspirado no livro A Cruzada das Crianças e Bertolt Brecht e teve um ano e cinco meses de processo de criação entre pesquisa, dramaturgia, criações cênicas e ensaios. Estreou em setembro de 2019 no SESC Ipiranga na Praça Cinza e foi indicado como Melhor Espetáculo para o Público Infantojuvenil de 2019 no Prêmio Aplauso Brasil.

É um espetáculo com estéticas de teatro de rua, de arena, de máscaras e com música ao vivo, para retratarem crianças em situação de guerra e refúgio. Ele foi concebido para que as pessoas possam assistir de maneira livre e democrática. Para isso, além da escolha de espaços abertos e alternativos, ele também possui dois finais diferentes, que pode ser escolhido pelo público.
O espetáculo já participou de festivais e circulou por algumas unidades do SESC, com a chegada da pandemia, ganhou um versão online pelo SESC SP através do projeto #emcasacomsesc

Galeria de Fotos